31.5.10

Influência da Palavra

Sempre num lugar por onde passavam muitas pessoas, um mendigo sentava-se na calçada e, ao lado, colocava uma placa com os dizeres:

“Vejam como sou feliz: sou um homem próspero, sei que sou bonito, sou muito importante, tenho uma bela residência, vivo confortavelmente, sou um sucesso, sou saudável e bem humorado.”
Alguns que passavam o olhavam intrigados, outros o achavam doido, e outros até davam-lhe dinheiro. Todos os dias, antes de dormir, ele contava o dinheiro, e notava que a cada dia a quantia era maior.
Numa bela manhã, um importante e arrojado executivo, que já o observava há algum tempo, aproximou-se e lhe disse:
- “Você é muito criativo! Não gostaria de colaborar numa campanha da empresa?”
- “Vamos lá. Só tenho a ganhar!", respondeu o mendigo.
Após um caprichado banho, e com roupas novas, foi levado para a empresa.
Daí para frente sua vida foi uma seqüência de sucessos, e há certo tempo, ele tornou-se um dos sócios majoritários.
Numa entrevista coletiva à imprensa, ele esclareceu de como conseguira sair de mendigo para tão alta posição. Contou ele:
- Bem, houve época em que eu costumava me sentar nas calçadas com uma placa ao lado, que dizia: "Sou um nada neste mundo!
Ninguém me ajuda! Não tenho onde morar! Sou um homem fracassado e maltratado pela vida!
Não consigo um mísero emprego que me renda alguns trocados! Mal consigo sobreviver!”
As coisas iam de mal a pior quando, certa noite, achei um livro e nele atentei para um trecho que dizia: "Tudo que você fala a seu respeito, vai se reforçando. Por pior que esteja a sua vida, diga que tudo vai bem. Por mais que você não goste de sua aparência, afirme-se bonito. Por mais pobre que seja você, diga a si mesmo, e aos outros, que você é próspero.”
Aquilo me tocou profundamente e, como nada tinha a perder, decidi trocar os dizeres da placa: “Vejam como sou feliz! Sou um homem próspero, sei que sou bonito, sou muito importante, tenho uma bela residência, vivo confortavelmente, sou um sucesso, sou saudável e bem humorado."
E a partir desse dia tudo começou a mudar; a vida me trouxe a pessoa certa para tudo que eu precisava, até que cheguei onde estou hoje. Tive apenas que entender o 'Poder das Palavras'. E a palavra de Deus, me ensinou isso.
Por isso, enquanto afirmarmos que 'tudo vai mal, que 'nossa aparência é horrível', que nossos bens materiais 'são ínfimos', a tendência é que as coisas fiquem 'piores ainda', porque creia, há poder em nossas palavras..
Uma repórter, ironicamente, questionou:
- "O senhor está querendo dizer que algumas palavras, escritas numa simples placa, modificaram a sua vida?"
Respondeu o homem, cheio de bom humor:
- “Claro que não! Primeiro eu tive que acreditar nelas”

26.5.10

Quando me amei de verdade

Quando me amei de verdade, compreendi que em qualquer circunstância, eu estava no lugar certo, na hora certa, no momento exato.
E então, pude relaxar.
Hoje sei que isso tem nome…Auto-estima.

Quando me amei de verdade, pude perceber que minha angústia, meu sofrimento emocional, não passa de um sinal de que estou indo contra minhas verdades.
Hoje sei que isso é…Autenticidade.
Quando me amei de verdade, parei de desejar que a minha vida fosse diferente e comecei a ver que tudo o que acontece contribui para o meu crescimento.
Hoje chamo isso de… Amadurecimento.

Quando me amei de verdade, comecei a perceber como é ofensivo tentar forçar alguma situação ou alguém apenas para realizar aquilo que desejo, mesmo sabendo que não é o momento ou a pessoa não está preparada, inclusive eu mesmo.
Hoje sei que o nome disso é… Respeito.

Quando me amei de verdade comecei a me livrar de tudo que não fosse saudável… Pessoas, tarefas, tudo e qualquer coisa que me pusesse para baixo. De início minha razão chamou essa atitude de egoísmo.
Hoje sei que se chama… Amor-próprio.

Quando me amei de verdade, deixei de temer o meu tempo livre e desisti de fazer grandes planos, abandonei os projetos megalômanos de futuro.
Hoje faço o que acho certo, o que gosto, quando quero e no meu próprio ritmo.
Hoje sei que isso é… Simplicidade.

Quando me amei de verdade, desisti de querer sempre ter razão e, com isso, errei menos vezes.
Hoje descobri a… Humildade.

Quando me amei de verdade, desisti de ficar revivendo o passado e de me preocupar com o futuro. Agora, me mantenho no presente, que é onde a vida acontece.
Hoje vivo um dia de cada vez. Isso é…Plenitude.

Quando me amei de verdade, percebi que minha mente pode me atormentar e me decepcionar. Mas quando a coloco a serviço do meu coração, ela se torna uma grande e valiosa aliada.
Tudo isso é… Saber viver!!!

Charles Chaplin

17.5.10

Quero a solidão

Tentei ser seu amigo:
Não aguentaria;
tentei ser seu amante:
Pecado da carne;
tentei ser seu dono:
Você é indomável;
Então o que me resta
é ser solitário nesse
mundo tão perturbado.  

10.5.10

Orquidário

Olha que colírio para os olhos.